28 de março de 2011

Racismo versus Futebol ...

No dia 27/03/2011,  realizou-se uma belíssima partida de futebol, entre a seleção  brasileira e a da Escócia, no estádio do Arsenal Futebol Clube, localizado ao norte da capital inglesa. A Federação de Futebol da equipe estrangeira contou com a presença do ex-craque Ronaldo – o fenômeno – convidado para assistir o espetáculo na tribuna de honra. A seleção canarinho brilhou mais uma vez nos gramados da terra de Charles William Miller, que junto com Belfort Duarte e Oscar Alfredo Cox, e outros - são considerados - os pais do futebol brasileiro. E deu-lhes uma surra de dois a zero.  O jovem craque de dezenove anos, Neymar marcou os dois tentos ...de cabelos à moda moicano, foi um sucesso à parte. Em dado momento, foi lançada no gramado, aos pés de Neymar uma banana-fruta. Assim informou o locutor  numa emissora concessionária de televisão, afirmando ter sido uma atitude racista. E Neymar deu uma entrevista, na mesma matéria condenando o ocorrido.Na segunda feir, dia 28 do corrente, no programa matinal da mesma emissora, ela repetiu o texto, todavia omitiu o fato acima citado. É sabido, que a banana enguanto fruta, por sinal, riquíssima em potássio, é abundante nos paises do continente sulamericano, e os imperialistas, e os exploradores europeus, pejorativamente alcunham algumas repúblicas sulamericanas de republiquetas de bananas. E fazem a associação de banana com os primatas das florestas, e nós brasileiros...Mas deixa estar, eles os britanicos e todo o seu império, tem sua história marcada pelos atos  mais imundos na história da humanidade. Desde a condecoração pela rainha aos piratas, estimulnado os  saques em  embarcações e nas  colônias, até as libidinagens com jovens mulheres chineses, durante a Guerra do Ópio. Sem contar, que os ingleses da Sua Majestade, escravizaram diversos povos, em grande parte na mãe África...a saber na Namíbia, Botswana, Zimbawe, Zâmbia, Tanzânia, Uganda , Quênia, Somália (parte ao norte), Nigéria, Ghana e Sudão... agiam como verdadeiros vampiros, pois,  sugavam o sangue e os minerais estratégicos, como o nióbio, uranio e aluminio. E pagavam o que queriam ...Esses gringos, deveriam ser julgados num tribunal internacional pelas atrocidades cometidas aos povos indefesos, e tribais. Os ingleses não suportam terem inventado o futebol, e não possuírem a cancha brasileira, que nem um Neymar, ou outros craques, como  Pelé, Garrincha, Zico, Ronaldo e tantos outros...Neymar foi vítima do recalque esportivo ingles... Infelizmente,eles continuam os mesmos.

21 de março de 2011

Barack Hussein Obama

O cidadão e advogado Barack Hussein Obama,nasceu em 1961 na cidade de Honolulu,no estado do Havaí.De origem humilde,dentro dos padrões norte-americanos,tanto ele,quanto a primeira dama, Michele. O casal conquistou suas graduações em direito, pela vetusta Universidade de Harvard ! Barack Obama, é o quadragésimo quarto Presidente dos Estados Unidos da America do Norte. Ele e sua família visitaram o Brasil,nesse último fim de semana.Durante esse período, ele demonstrou claramente seu bom humor,sua simpatia, em estar em terras brasileiras ! Aqui nesse Brasil ainda periférico,lider do continente sul americano,situado abaixo da linha do Equador,onde - não existe pecado - de acordo com o poeta Chico Buarque de Hollanda. O presidente dos americanos do norte,teceu loas sobre o pais que ora visita,e declarou : ... “ cada vez mais o Brasil é um líder global “ Isso anima e levanta a auto-estima dos brasileiros,todavia ainda não exportamos de forma industrializada,nem a soja e nem a carne bovina.Muito menos o minério de ferro ! Os importadores, manufaturam,industrializam os produtos primários vendidos por nós,e consequentemente, ficam com a maior fatia do bolo !
Essa práxis, é o velho modelito capitalista vigente há séculos ,que é aplicado nos paises conhecidos, como do terceiro mundo e outros !
Barack Obama - é um fato espasmódico - na cultura política dos americanos do norte, e verdadeiramente,não se repetirá,infelizmente.Ele, Obama,não representa nem pelo discurso,e nem pela cor,o ideário dos “quakers” – um grupo dissidente da Igreja Anglicana,que migrou da Inglaterra para colonizarem os Estados Unidos, Os " quakers " possuem (pasmem !) o seguinte lema : “ vós sois meu amigo,se fazeis o que vos mando “ . E não tem o apoio, de outros segmentos da robusta e espaçosa elite estadunidense.
Esses longos processos do materialismo histórico, no avanço das representações populares é um enigma difícil de ser decifrado. As tentativas foram inúmeras e quase nada exitosas ! Destaque parcial para a China,que pincelou o seu sistema,com tinturas do capitalismo. A propósito, esse país continental, comete um monumental equívoco no seu tempo,quando veta a independência do Tibete.Há no ar,além dos aviões de carreira,uma perplexidade no mundo!
O presidente Barack Obama, tem os seus limites,pois é sabido,que nenhuma medida é assumida, sem que o Congresso Americano discuta, aprove ou não a matéria.
Assim funciona a democracia. O Brasil reivindica a sexta cadeira no Conselho de Segurança da ONU – Organização das Nações Unidas – e persegue esse espaço desde 1945,data da criação da ONU.Na época, a Inglaterra e a então União Soviética votaram contra.
O Brasil é o único pais da América do Sul, que enviou tropas para a sangrenta Segunda Grande Guerra Mundial ! Não basta só o apoio dos americanos,são necessárias articulações com os principais protagonistas, desse jogo internacional, de um pôquer genuinamente político !
O presidente Obama,declarou por escrito,friamente, que “aprecia” o desejo do Brasil ..... há quem afirme que pelo fato do Brasil,ter votado corajosamente,pela abstenção,quanto a um ataque das forças da ONU a Líbia, essa atitude transformou-se
numa gélida ducha nas tratativas pró Brasil no Conselho de Segurança !
Barack Obama foi um presente,como se fosse num natal dos pobres...de pouca durabilidade,e ele sabe disso...Foi muito bom tê-lo entre nós,com toda a sua família,que muito nos honrou.Ele falou em português,ganhou camisa do Flamengo,comentou sobre a realização da partida entre o Botafogo X Vasco,da beleza do Rio de Janeiro,visitou a Cidade de Deus,com os seus 38000 habitantes,conheceu a gentileza do povo brasileiro.Mas, é sempre bom lembrar,que o paradígma - yankee - é a conquista.Esmagam se necessário,para manterem o " american way of life "
Este mandamento,está na sua genética,tal qual os césares da Roma antiga !

16 de março de 2011

Nelson Cavaquinho

Na sua certidão de  batismo está escrito: Nelson Antonio da Silva, nome eivado de simplicidade, e com todas as raízes, inserida na miscigenação desse bravíssimo povo brasileiro. Seu apelido era Nelson Cavaquinho, um gênio, que nunca se preocupou com sucesso. Seu desejo era criar, versejar e compor ... Possuia uma leitura mediana, contudo escreveu e musicou canções, dentro do mesmo patamar, das composições dos famosos norte-americanos, como por exemplo,  os irmãos George e Ira Gershwin, de ascendencia russo-judaico. As  melodias  do Nelson Cavaquinho, são os conhecidos e maviosos sambas-canções. Artur da Távola, um expert em música erudita, de rara sensibilidade, certa vez, declarou : o samba-canção é um dos ritmos mais bonitos do cancioneiro popular. O compositor  antes de partir para o zênite, tornou-se hóspede do sambista João Nogueira, que  morava no Meier. Quem é do Méier não bobéier.  Nelson Cavaquinho, por lá se hospedava, e por vários dias  na casa desse amigo e admirador. Era tratado com respeito e carinho. Dizem os sábios de plantão, que saudosismo é coisa "demodée". Há controvérsias.  Que falta fazem o cinema Imperator, e o Clube Mackenzie, ambos localizados no acolhedor  bairro carioca. O cinema Imperator, será restaurado, e também abrigará um grande palco. O poder publico, afirmou que será rebatizado como Imperator-João Nogueira. Em tempo, uma justa homenagem.  Em 2011,  comemorou-se  o Centenário de Nelson Cavaquinho, um dos ícones da melhor harmonia musical do Brasil . Um vate popular que se impôs pela beleza do binomio : poesia e música. O compositor morou,  na sua infancia no bairro carioca da Gávea, nesse local conheceu os seguintes compositores: Fagundes da Flauta,Mazinho do bandolim, o violonista Juquinha,  e outro histórico sambista de escol : Heitor dos Prazeres.  Todos eles freqüentaram a legendária casa da Tia Ciata, um dos berços do samba. Nelson Cavaquinho foi um fac-totum. Experimentou a profissão de pedreiro e depois, sentou praça na cavalaria da policia militar. Ao ser escalado para tirar serviço na Mangueira, se apaixonou pela comunidade. E para se desligar da corporação. Em nome da   boemia e do samba, deu baixa na corporação.  Caiu de cabeça e pescoço  no samba.  Passou a ser mangueirense no sentido lato sensu.  A instituição perdeu um soldado e a cultura do país ganhou uma estrela de várias grandezas. Na Estação Primeira da Mangueira, ele conheceu e fez amizade com Angenor de Oliveira, mais identificado como Cartola, e a sua esposa, dona Zica.  Esse é outro personagem que está na galeria dos bambas do samba. Nelson, passou a freqüentar a Praça Tiradentes. Ele gostava de andar pelas calçadas da cidade, fez um samba, cujo o título é "Dono das calçadas". Frequentava um boteco na Pça Tiradentes, perto do Teatro João Caetano. Apreciava um aperitivo, e   uma rabada com batatas. Nessas paragens, conheceu aquele, que seria  o seu parceiro por longos anos. O amigo e fiel parceiro ,Guilherme de Brito. Nelson deixou um admirável acervo poético musical. Se tivesse nascido em terras do chamado - primeiro mundo - que valoram os seus herois, inexoravelmente, sua obra estaria inserida nas grades escolares oficiais. Paulinho da Viola, o poeta e intérprete do melhor  samba, afirmou que nenhum pesquisador se apronfundou na extensa  na obra de  Nelson Cavaquinho.  A tradicional Escola de Samba, Estação Primeira da Mangueira, em tempo, e merecidamente, o homenageou no carnaval de 2011. De todo o conjunto da sua obra, incluindo também outras canções ,como por exemplo : Rugas, Palhaço, Folhas secas, Noticia e outras. Contudo,creio que o mais simbólico no imaginário popular,talvez sejam esses versos : ... tire o seu sorriso do caminho...que eu quero passar com a minha dor.  O imortal Manuel Bandeira, classifiva esses versos,  como um jóia da poética brasileira.

10 de março de 2011

O rei Roberto Carlos e a Beija-Flor de Nilópolis !

Nesse carnaval ,o cantor foi homenageado no desfile das escolas de samba, na mui heróica cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro.A Beija-Flor ,sagrou-se mais uma vez campeã nessa acirrada disputa ! O rei estava com sorte,um verdadeiro pé quente !
Para entrar na Apoteose do Samba,em carro aberto,o mais famoso intérprete musical do Brasil,segundo informou Laíla, Diretor carnavalesco da escola, preferiu entrar no Sambódromo,ladeado por duzentas e cincoenta crianças nilopolitanas,do que acompanhado de dezenas de mulheres semi-nuas...E foi mais além,conseguiu vetar uma cobra artificial e um tucano de pano,pois,a simbologia cromática lhe diz muito.Há uma densa névoa de superstição no seu comportamental.
Nas tratativas que antecederam ao evento,o rei,circulou todo o tempo na quadra da escola,encontrando-se com muitas pessoas dessa humilde comunidade,da Baixada Fluminense. Demonstrando sempre, a sua peculiar simpatia !
O seu parceiro e amigo Erasmo Carlos,e o maestro Eduardo Laje,compuseram um samba-enredo, e concorreram com os outros...mas não lograram êxitos, e perderam para os compositores da agremiação,liderados pelo Jr.Beija-Flor,filho do legendário Neguinho da Beija-Flor e outros.
Roberto Carlos possue vínculos com essa altiva cidade desde os primórdios ! Através dos familiares maternos - que se não foram,aqui nascidos – viveram durante anos no sub-condado de Santo Antonio do Muqui !
Alguns dos seus ascendentes vivem e convivem nesse municipio há quase um século ! Há quem afirme que ele nasceu nesse sud-condado acima citado ! Se tal afirmativa for verdadeira,creio que pouco mudaria o curso da sua estória de vida. Inexorávelmente há controvérsias. Seria uma reedição do Código Da Vinci,à moda puri-botocudos.Talvez até mais rica em conteúdo ...
O rei prima pela simplicidade,e assume uma postura de não negar a sua difícil e modesta origem. Seu pai,tinha a profissão de relojoeiro,e se chamava, Robertino Braga e sua mãe, uma abnegada costureira,que ficou nacionalmente conhecida como : Lady Laura ! De sobrenome Moreira Braga.
Roberto Carlos passava as férias escolares, na casa da sua caridosa tia, a enfermeira - Antonica Moreira Luz - que foi por longos anos,residente na cidade de Mimoso do Sul,no extremo-sul do Espírito Santo.
Infelizmente,em 29 (dia de São Pedro) de junho de 1947, uma fatalidade aconteceu : acidentou-se num trem,na via férrea de Cachoeiro do Itapemirim.Nessa cidade ele morava com os seus famíliares.
Sua vocação para a música sempre a acompanhou. Participava de caravanas de cantores de Cach.do Itapemirim, que viajavam para as cidades vizinhas,como se fosse uma companhia de teatro mambembe ! E numa oportunidade impar, abrilhantou a festa máxima da cidade,em 15 de julho 1953 ! Cantou e encantou o povo da terra da sua mãe !
Certa vez,esse simplório cronista foi-lhe apresentado,e,estava junto,o saudoso escritor e senador Artur da Távola . Nesta ocasião, disse-lhe da minha geo-gênese, e sorrindo,prontamente respondeu : Tomei muito banho de rio na Pedrinha ! E o meu apelido era, e ,é Zunga !
Parabenizo-o por mais essa conquista popular. É a conseqüência da histórica mais sensível desse Brasil.Criado pelos sofridos escravos, o samba é como um antídoto da dor e da saudade,tal qual o blues !